Casamento

O lado obscuro da Rua do Ouro

Recentemente o jornal Folha de São Paulo publicou uma matéria relatando os benefício de se comprar na Rua Barão de Paranapiacaba, conhecida em São Paulo como “rua do ouro”, um dos benefícios citados na matéria era o preço cobrado abaixo do estipulado na Bolsa de Valores.

Infelizmente o jornal não cita como que eles chegam a este preço, e como é possível lucrar vendendo a um preço menor que o do metal à venda.

Muitos dos consumidores que chegam em nossas lojas acabam nos perguntando se é confiável comprar na rua do ouro, a resposta que damos ao cliente é: “você se preocupa com a procedência do ouro?

Infelizmente o ouro vendido na Barão, é um ouro sem procedência, muito do que é vendido lá é comprado lá mesmo, como assim?

Você já deve ter visto um indivíduo vestido como o da foto no início deste post, eles são famosos no Centro de São Paulo por anunciar pontos de vendas de ouro, o que acontece é que a grande maioria dos estabelecimentos da Barão utilizam deste ouro comprado por lá, e qual o problema nisso?

Você se incomoda em comprar um celular que já pertenceu a outra pessoa, até mesmo roubado de alguém?

Em São Paulo temos um dos maiores índices de roubos de joias de todo o país, e todas estas joias roubadas vão para um só lugar, a rua do ouro.

Este é o único motivo que a Barão consegue trazer um preço tão atrativo, até mesmo menor do que vendido na Bolsa, e querendo ou não, isso é um crime!
Venda ou interceptação de objeto roubado é crime.

Muito dificilmente você vai comprar um produto lá que possua nota fiscal, isso porque para emitir a nota é necessário ter a nota de compra do ouro, o metal que entra, tem que sair como joia.

Obviamente existem as exceções, algumas poucas lojas compram o ouro legalmente, a questão é:

Você quer arriscar?

Tags
Mostrar Mais
Close
Close
Realize o seu sonho com uma jóia incrível, receba agora um cupom de 10% de desconto
2018 (C) Todos os direitos reservados.