Relacionameto

Como superar uma separação? Saiba aqui!

Como diz o poeta: “o amor é eterno enquanto dura”. Pois é: de repente o relacionamento no qual você investiu todas as energias, que era tudo o que você sempre desejou, chegou ao fim. E agora? Como superar uma separação?

Parece fácil para quem não está vivendo a situação. Contudo o que é a dor quando não dói na gente? Dessa forma, é normal sofrer com o fim de uma relação; cada um a seu modo, no seu tempo e em graus de intensidade distintos.

Tenha em mente que não existem regras ou fórmulas mágicas para enfrentar o momento. Entretanto algumas atitudes devem ser assumidas para que você possa superar o ocorrido.

Continue a leitura deste post, conheça as melhores práticas e oriente-se para vencer esse rompimento e se preparar, de forma saudável, para o recomeço.

Pare de ver fotos antigas

Se o verbo é superar, então, você tem que olhar para frente. De nada adiantará rever as fotografias dos belos momentos que passou ao lado da pessoa amada, como se isso fosse trazê-la de volta aos seus braços.

Respire fundo e procure vislumbrar novos horizontes.

Ocupe a mente com outras perspectivas

Remoer um sentimento faz mal à mente e ao corpo. Evite essa situação com atividades que fortaleçam a autoestima e coloquem você de volta à vida. Como diz aquele samba, “o nosso amor morreu, mas, cá pra nós, antes ele do que eu”.

Por isso, encontre seus amigos, viaje, frequente uma academia, leia, assista filmes, tome sorvete, caminhe, cultive plantas etc.

Dê uma chance ao sofrimento

Claro, se dói tem sofrimento. Coração partido parece um vulcão: turbulência e erupção. É como se você vivesse as fases do luto:

  • fase do choque: você não acredita que aconteceu;
  • fase da negação: você não aceita o ocorrido;
  • fase da tristeza profunda: a ficha começa a cair e a certeza de que a separação é para valer passa a ser sentida dolorosamente, como se tudo perdesse o sentido;
  • fase da culpa: agora é ficar pensando no que devia ter feito e não fez, no que fez e não devia ter feito, nas palavras contidas, nas palavras ditas intempestivamente, enfim, em uma série de fatores para tentar justificar sua culpa pelo ocorrido;
  • fase da raiva: o sentimento de culpa passa e, agora, você consegue dividir a responsabilidade pelo acontecimento. Daí, o seu desejo é afastar o outro de sua vida;
  • fase da aceitação: ainda que as emoções não tenham alcançado a calmaria, é possível avaliar a separação com mais discernimento, como uma experiência na sua vida, com seus momentos positivos e negativos.

Todas ou algumas dessas fases podem ou não ocorrer, ordenada ou desordenadamente, com lágrimas ou sem.

Corte o contato

Se disserem que cortar o contato com o ex-amor, deixar de segui-lo nas redes sociais, é imaturidade de sua parte, esqueça o comentário e faça.

Claro que não é para odiar e querer o mal de quem, até pouco tempo, era a pessoa mais importante para você. Entretanto manter laços e incentivar a amizade com o/a ex, por enquanto, não é recomendável. Cuide de você, primeiro.

Você pode pensar que “falar é fácil, mas experimente o que eu estou passando”. Evidentemente que é um sentimento particular. Aprender como superar uma separação é uma tarefa complexa e, em muitos, muitos casos, doída, já que envolve o amor, o mais belo sentimento que temos. Todavia é um instante para você se entender, se conhecer, crescer e descobrir alternativas para amenizar seu sofrimento. Afinal de contas, esse é o objetivo deste texto.

Gostou do nosso post? Para estar por dentro de assuntos como esse, siga-nos no FacebookInstagramTwitterYoutubeGoogle+ e Pinterest.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar